INAC Homepage  

Alterações climáticas

A indústria do transporte aéreo tem envidado esforços significativos em prol de uma boa performance ambiental apostando na investigação e no desenvolvimento de tecnologias menos poluentes e de combustíveis alternativos. Todavia, apesar da sua eficiência energética ter aumentado mais de 70% nos últimos 40 anos, a quantidade total de combustível queimado aumentou em razão substancialmente superior devido ao crescimento acentuado do tráfego aéreo.

O relatório especial do IPCC* (Intergovernmental Panel on Climate Change) sobre aviação e atmosfera planetária calcula que as emissões de CO2 crescerão cerca de 3% ao ano entre 1990 e 2015.

Este aumento significativo, a par da ausência de quaisquer medidas de controlo e mitigação destas emissões poderia comprometer em mais de 1/4 as metas propostas pela União Europeia no quadro do Protocolo de Quioto, bem como as conquistas alcançadas pelos demais setores de atividade no domínio das alterações climáticas face aos parâmetros estabelecidos por aquele instrumento normativo.

* Órgão científico da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (CQNUAC)

Integração da Aviaçao no CELE
Integração da Aviaçao no CELE
CELE - Direitos e Deveres do Operador
CELE - Direitos e Deveres do Operador