INAC Homepage  

27. Qual será o efeito da introdução da Qualificação de Voo de Montanha?

Os regulamentos da UE introduziram uma qualificação de qualificação de voo de montanha, para substituir o “rating” nacional que já existe na Suíça como exemplo. Esta qualificação será concedida na sequência de um curso aprovado de descolagem e aterragem em determinados aeródromos em regiões montanhosas. No futuro, os pilotos não poderão descolar nem aterrar nesses aeródromos com aeronaves EASA, a menos que detenham esta qualificação. Os titulares licenças PART-FCL poderão frequentar cursos, ainda que realizados noutros Estados-Membros (EASA) para obter esta qualificação.